.Entre Hemisférios

Quarta-feira, 13 de Janeiro de 2010

Notícia: Neurologista desaconselha filmes 3D a crianças pequenas

 

A neurologista Teresa Paiva considera preocupante que crianças muito pequenas assistam a filmes em 3D, como "Avatar", devido à "forte estimulação sensorial provocada pelo efeito".
 
Apesar de desconhecer estudos científicos sobre os efeitos do 3D na saúde humana, Teresa Paiva, professora na Faculdade de Medicina de Lisboa e fundadora do Centro de Electroencefalografia e Neurofisiologia Clínica, defende que "a forte estimulação sensorial pode ter implicações para o sistema nervoso central". As dores de cabeça, a sensação de "after image" e distúrbios do sono são alguns dos efeitos, exemplifica.

O filme "Avatar", de James Cameron, estreou-se em Portugal a 17 de Dezembro e nas duas primeiras semanas foi visto por 410.535 espectadores. Está recomendado para maiores de seis anos.
A neurologista enumerou alguns casos conhecidos de descargas epilépticas provocadas por jogos de computador e luz "strobe", ressalvando que "têm de ser cuidadosamente analisados os eventuais efeitos que a ilusão tridimensional pode desencadear".
Para além de algum cansaço, o oftalmologista Jorge Breda, ex-presidente da Sociedade Portuguesa de Oftalmologia, não antevê que o contacto com o 3D possa provocar lesões oculares, nomeadamente das crianças.
"As implicações que poderão ter é para o sistema nervoso central", explica o médico do Hospital de S. João, já que a retina transforma as ondas luminosas em impulsos nervosos.

As imagens em três dimensões são usadas há muito tempo na ciência, em exames médicos, em jogos e até ao serviço da educação. O efeito 3D, ou visão de relevo, é provocada através de óculos de lentes polarizadas que filtram a luz a 90 graus para cada olho, permitindo assim que cada olho veja uma imagem diferente. Dois projectores mostram o filme em simultâneo e cada imagem do projector é ligeiramente deslocada na tela, simulando a distância entre os olhos. Por fim, o cérebro funde os dois planos de forma a dar profundidade à imagem.

Mas nem todas as pessoas conseguem ver o 3D: "Os que sofrem de estrabismo não conseguem ver de todo e alguns amblíopes ou com dificuldade de convergência ocular poderão ter algumas dificuldades", disse à Lusa a ortoptista Sónia Ferreira, do Hospital de S.José.
Fonte: Jornal Público
Categorias:
publicado por projectomec às 13:30
link do post | comentar | favorito
|
3 comentários:
De mariana a 13 de Janeiro de 2010 às 18:45
O blog está muito bem conseguido e interessante! Parabens ao grupo!


De Ana Sofia a 13 de Janeiro de 2010 às 23:21
Realmente, não fazia ideia que um filme 3D tem tanto impacto nas crianças. Pelo contrário, pensei que fosse estimulante para elas.
É um artigo interessante.
Continuação de bom trabalho!


De sandra a 15 de Janeiro de 2010 às 12:45
O Blog está muito bem construido.Tem informação muito interessante. Parabéns ao grupo!!!


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
22

24
25

31


.posts recentes

. Terrores Nocturnos

. Bruxismo

. Sonambulismo

. Videos: Paralisia do Sono

. Paralisia do Sono

. Parassónias

. Sabias que nos esquecemos...

. Inquérito/Resultados - Há...

. Jogo - Color Match

. Sabes porque somos incapa...

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

.Categorias

. a mente

. curiosidades

. ilusões de óptica

. jogos

. morfologia cerebral

. notícias

. o sono

. testa o teu cérebro!

. todas as tags

.links

online
blogs SAPO