.Entre Hemisférios


Domingo, 30 de Maio de 2010

Terrores Nocturnos

Os terrores nocturnos são episódios assustadores durante os quais o indivíduo se senta durante o sono, grita e dá mostras de grande terror pela sua expressão facial. O indivíduo está suado, as suas pupilas estão dilatadas e a sua respiração e pulso estão muito acelerados. Tem uma duração compreendida entre os 30 segundos e os 5 minutos e é frequentemente acompanhado por sonambulismo.

 

Estes episódios ocorrem normalmente durante as fases NREM do ciclo do sono. No fim, o paciente não se recorda do que se passou. Pode associar-se a comportamentos violentos com possíveis traumatismos.

 

Distinguem-se dos pesadelos visto que, enquanto os pesadelos surgem umas horas mais tarde após a criança adormecer, os terrores nocturnos acontecem normalmente duas horas após a criança adormecer. Não devem também ser confundidos com crises de pânico, alertas confusionais e crises epilécticas.

 

Categorias:
publicado por projectomec às 23:59
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 29 de Maio de 2010

Bruxismo

O bruxismo é um distúrbio do sono que se verifica através de um comportamento específico, o ranger dos dentes. Há uma fricção entre os dentes durante o sono, tratando-se de um fenómeno destrutivo adquirido inconscientemente que vai desgastar fortemente o esmalte dos dentes. É uma patologia que está associada a qualquer idade sendo mais predominante na infância e na adolescência.

Esta patologia está associada ao stress emocional e físico, pois a sua frequência e severidade dependem destes factores.

Categorias:
publicado por projectomec às 16:35
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Maio de 2010

Sonambulismo

 

O sonambulismo é mais frequente nas crianças que nos adultos e é um fenómeno que ocorre durante o sono, não o interrompendo. Normalmente estes episódios surgem na criança por volta dos 5 anos de idade, sendo mais frequentes aos 12 e tendem a desaparecer aos 15 anos.

Provocado por uma arritmia cerebral, normalmente hereditária, o sonambulismo está, por vezes, associado à narcolepsia e à síndrome das pernas inquietas.

 

O sonambulismo acompanha-se de movimentos na cama, falar nocturno, deambulação mais ou menos complexa e não é isento de riscos. Há histórias de indivíduos sonâmbulos que se atiraram pela janela ou que sofreram outros acidentes. As respostas à estimulação exterior e ao chamar pelo nome são praticamente nulas. Surgem no primeiro terço da noite tendo uma duração que está compreendida entre os 15 minutos e 1 hora. Neste estado a actividade mental é mínima. Existem ainda situações em que a criança grita e gesticula, tem uma expressão facial de medo e fica suada ou pálida.

Em ambas as situações, a criança não se recorda do sucedido, uma vez que estes episódios acontecem em Sono Lento Profundo (NREM).

No adulto idoso, há uma outra parassónia (fenómeno que ocorre durante o sono e que não o interrompe) que ocorre em sono REM em que há frequentemente gesticulação violenta e em que o paciente recorda um sonho que justifica o comportamento violento. Esta situação relaciona-se com alguma frequência com doenças neurodegenerativas.

Ao contrário do que as pessoas pensam, acordar um sonâmbulo não apresenta nenhum perigo para a saúde. No entanto, como é um acordar repentino, o sonâmbulo pode reagir de forma violenta e assustar-se. O melhor que há a fazer é conduzi-lo para a cama e esperar que ele volte a dormir.

Não deve ser confundida com epilepsia e alertas confusionais.

Categorias:
publicado por projectomec às 07:47
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Maio de 2010

Videos: Paralisia do Sono

Aqui está um vídeo onde poderás saber mais sobre a paralisia do sono. Para além disso poderás ainda conhecer alguns testemunhos de pessoas que sofrem desta patologia!

 

 

 

O que achaste? Comenta!

Categorias:
publicado por projectomec às 23:45
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Paralisia do Sono

A Paralisia do Sono trata-se de uma paralisia temporária do corpo que ocorre pouco antes de adormecer e mais frequentemente após o despertar. Pode ter uma duração de segundos ou minutos. Nesse momento a pessoa apenas tem um controlo mínimo sobre os olhos e a respiração. Todos os outros músculos ficam paralisados e a pessoa é incapaz de se mexer ou falar apesar de estar consciente.

O que acontece é que, no sono normal, ao longo da fase em que sonhamos (fase REM), o nosso cérebro está muito activo e ocorre uma paralisia normal em que a grande maioria dos músculos do nosso corpo estão paralisados, evitando movimentos corporais do indivíduo durante os sonhos que poderiam provocar possíveis lesões, já que durante os sonhos a pessoa poderia efectuar movimentos bruscos. Como é óbvio, neste momento a pessoa está inconsciente.

 

 

No entanto, em situações de stress intenso, cansaço, ansiedade ou preocupação este mecanismo pode sofrer algumas alterações. Nestas situações o cérebro da pessoa pode acordar de um estado REM sem que a paralisia corporal termine. Um despertar repentino pode fazer com que o cérebro pense que a pessoa ainda está a dormir e deste modo, mantenha a paralisia. Isto deixa a pessoa perfeitamente consciente, mas incapaz de se mover. Além disso, este estado pode ser acompanhado por alucinações hipnagógicas (alucinações visuais). A pessoa pode chegar a ver vultos, pessoas, ouvir sons estranhos, etc. Normalmente são episódios que provocam muito medo pela incapacidade do indivíduo se movimentar e pelas alucinações, muitas vezes assustadores, que o indivíduo presencia. Alguns cientistas acreditam que este fenómeno pode explicar muitos relatos de abduções extra-terrestres e encontros com fantasmas.

Pessoas que sofrem de narcolépsia experimentam com frequência a paralisia do sono.

Estudos sugerem que existem vários factores que aumentam a probabilidade da ocorrência de paralisia do sono e de alucinações, destacando-se os seguintes: dormir de barriga para cima; má higiene do sono; stress elevado; mudanças súbitas no ambiente ou na vida de alguém; sono induzido através de medicamentos, como anti-histaminas; uso recente de drogas alucinógenas, entre outros.

Categorias:
publicado por projectomec às 20:41
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Maio de 2010

Parassónias

Englobam o sonambulismo e outros distúrbios do sono, que se manifestam por comportamentos de agitação, deambulação ou mesmo agressão, os quais ocorrem sem que o doente desperte.

Categorias:
publicado por projectomec às 22:59
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 23 de Maio de 2010

Sabias que nos esquecemos de cerca de 90% dos nossos sonhos?

É frequente esquecermo-nos de 50% dos nossos sonhos 5 minutos depois de acordarmos. O poeta célebre, Samuel Taylor Coleridge, acordou numa manhã, após ter tido um sonho magnífico e decidiu escrever sobre ele, intitulando-o de “Visão de um Sonho”. Enquanto escrevia foi interrompido por uma pessoa. No entanto, quando voltou para escrever já não se lembrava do seu sonho e o poema nunca foi completado, ficando apenas com 54 linhas.

Categorias: ,
publicado por projectomec às 10:20
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 21 de Maio de 2010

Inquérito/Resultados - Hábitos de Sono

Pensamos que chegou a altura de revelar os resultados do inquérito, ao qual responderam alunos do ensino secundário da Escola Secundária Miguel Torga:

 

Fica aqui um modelo do inquérito que foi aplicado aos alunos, para quem não tiver sido inquirido poder ficar a conhecer o seu conteúdo.

 

Os resultados, são apresentados em dois gráficos, por diferirem na faixa etária dos inquiridos:

 

 

Segue-se a análise dos resultados:

 

A partir da análise dos resultados deste inquérito podemos concluir que, num ponto de vista geral, com o aumento da idade nos adolescentes, os seus hábitos de sono tendem a piorar, verificando-se que o número de horas de sono durante a semana é menor. A prática destes maus hábitos de sono está na origem de determinadas consequências como a sonolência ao longo do dia.

É importante frizar que se não forem adoptados hábitos de sono correctos atempadamente, a situação pode agravar-se, havendo mesmo o risco de se desecadearem distúrbios do sono que se prolongam para a vida adulta.

Categorias:
publicado por projectomec às 08:55
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 5 de Maio de 2010

Videos: Roncopatia e Apneia do Sono

Aqui fica um vídeo em que o Dr. Pais Clemente, (médico otorrinolaringologista) fala sobre a apneia do sono e a relaciona também com a roncopatia.

 

 

Que achaste? Comenta!

Categorias:
publicado por projectomec às 16:13
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 4 de Maio de 2010

Apneia do Sono

A apneia do sono é a patologia associada ao sono mais frequente e talvez a mais grave, devido aos problemas que acarreta e porque, este grupo de pessoas, tem um risco acrescido de enfartes, tromboses, hipertensão, arritmias cardíacas, entre outros problemas.

A apneia do sono é uma paragem do fluxo respiratório que ocorre durante o sono, podendo durar cerca de 10 segundos, e normalmente está associada à roncopatia.

Esta patologia pode ser por obstrução (Apneia Obstrutiva do Sono - AOS) ou por problemas no Sistema Nervoso Central (Apneia central).

O que acontece é que há uma diminuição da área de passagem do ar na via aérea superior, levando a uma diminuição, ou mesmo paragem, da respiração.

A mortalidade por complicações vasculares, acidentes de viação e de trabalho é 7 vezes mais elevada nos indivíduos com esta patologia.

 

A apneia obstrutiva do sono provoca vários sintomas tais como uma diminuição da memória, dos reflexos, da atenção, da capacidade sexual, um mau desempenho profissional ou escolar, variações da personalidade, hipertensão, ansiedade, cefaleias matinais, cansaço, cardiopatias e sonolência diurna.

O diagnóstico final desta doença é realizado pelos especialistas do sono através de um estudo nocturno do sono (PSG).

 

 

Tratamento:

O tratamento desta doença varia consoante o diagnóstico, a gravidade, a idade e o paciente.

Aconselha-se aos pacientes uma boa higiene do sono, a redução do peso, próteses dentárias (aparelhos que  visam actuar directamente  na orofaringe posicionando a língua, e/ou  o maxilar inferior de modo a evitar a diminuição dos diâmetros da via aérea), aparelhos de pressão positiva como CPAP, Bi-PAP e Auto-CPAP (aparelho com o qual a pessoa dorme que exerce uma pressão contínua nasal).

Para além disso podem também recorrer-se, em alguns casos, a cirurgias.

Categorias:
publicado por projectomec às 15:07
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
22

24
25

31


.posts recentes

. Terrores Nocturnos

. Bruxismo

. Sonambulismo

. Videos: Paralisia do Sono

. Paralisia do Sono

. Parassónias

. Sabias que nos esquecemos...

. Inquérito/Resultados - Há...

. Videos: Roncopatia e Apne...

. Apneia do Sono

.arquivos

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

.Categorias

. a mente

. curiosidades

. ilusões de óptica

. jogos

. morfologia cerebral

. notícias

. o sono

. testa o teu cérebro!

. todas as tags

.links

online
blogs SAPO